28° C

Polícia Civil de
Pernambuco

Notícias

Últimas Notícias

Login

*para ver o conteúdo é preciso efetuar o login.

Governador participa da cerimônia de formatura dos novos agentes da PCPE

Notícias


Pernambuco ganha reforço na segurança pública nesta segunda-feira (03) com a formatura dos novos agentes da Polícia Civil de Pernambuco. A cerimônia ocorreu, no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções de Pernambuco, com a presença do governador Paulo Câmara; do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros; secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua; e do Chefe da PCPE, Joselito Kehrle do Amaral.


Ao todo, são 405 alunos que concluíram o Curso de Formação promovido pela Academia de Polícia Civil (Acadepol), sendo 403 agentes e dois escrivães. Os convocados participaram do Curso de Formação Profissional de Agentes da Polícia Civil, que ocorreu entre 12 de agosto e 27 de dezembro, no Campus de Ensino Recife da Academia Integrada de Defesa Social (Acides-SDS), no bairro da Boa Vista. Eles já haviam sido aprovados em prova de conhecimentos, teste físico, teste psicotécnico e exames de saúde.


Cumprindo carga horária de 716 horas/aula, os futuros agentes tiveram aulas de 43 disciplinas em áreas como Investigação Policial; Inteligência de Polícia Judiciária; Abordagem Policial; Armamento, Munição e Tiro; Direitos Humanos; Criminalística; Prática Policial; e Gerenciamento de Crises e Desastres.
Após a execução do Hino de Pernambuco no início da cerimônia, o formando Bruno Siqueira Martins puxou o Juramento Solene do Policial Civil e foi acompanhado pelos colegas.


As três primeiras posições na classificação final da 2ª turma do concurso para agente foram alcançadas por mulheres. Na sequência, o governador, o secretário da SDS e o Chefe da PCPE entregaram certificados para Jessyca Karollyne Moreira da Silva (84,18), Christiane Barbosa Fialho do Nascimento (84,05) e Aline Oliveira dos Santos (84,03), respectivamente, a primeira, a segunda e a terceira colocação do certame.


Em sua fala, Joselito Kehrle ressaltou que o processo seletivo para os novos policiais civis foi um dos mais exigentes da história da Corporação, pois não bastava preencher vagas, mas buscar os melhores. “Isso não quer dizer, todavia, que a avaliação se encerra neste instante, a contrário sensu, vocês (os formandos) representam a esperança de quase 10 milhões de pernambucanos em uma sociedade ainda mais segura, onde possam viver em paz, com seus bens jurídicos preservados, principalmente à vida. Vocês são o prenúncio de uma geração que renovará os ideais libertários da Revolução Pernambucana, data do nosso surgimento, há mais de dois séculos combatendo a impunidade nesse Estado”, falou acrescentando agradecimentos ao corpo docente da ACADEPOL e seus coordenadores, em nome do Diretor de ensino Salustiano Albuquerque e ao Vice-diretor Macário.


O chefe de Polícia falou ainda sobre o aumento do quadro de pessoal e dos investimentos na segurança com a ampliação dos seus quadros com a contratação de 1.255 Policiais Civis, criação do Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO), interiorização dos serviços especializados, com a criação de nove Delegacias de Repressão ao Narcotráfico, duas Delegacias de Combate à Corrupção, uma Delegacia da Mulher, o Laboratório de Combate à Lavagem de Dinheiro – LAB, aquisição do sistema ABIS para o Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB), deixando para trás um método arcaico que datava de 110 anos, permitindo a expedição do RG, impressão e reconhecimento facial digitais, levando cidadania com a melhor tecnologia mundial e o reconhecimento automatizado de suspeitos em cenas de crime, além disso, mais 72 unidades entre novas e requalificadas entregues à população. “O ano pretérito foi um marco para a corporação, elevamos os indicadores de desempenho, nos posicionando como referência no cenário nacional, com 84.304 procedimentos enviados à justiça, uma taxa de resolução nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) superior a 60% - 6 vezes a média nacional, 109 Operações de Repressão Qualificada, assessoradas pela inteligência e o laboratório de lavagem de dinheiro, desarticulando centenas de organizações criminosas nas mais diversas modalidades delitivas, mormente os crimes contra à vida, à corrupção, o patrimônio e o tráfico de drogas, o maior índice nos 13 anos da série histórica do Pacto pela Vida. No combate à corrupção, em apenas um ano, o DRACCO realizou mais de 20 operações policiais”.


O secretário da SDS destacou que, a partir da formatura, os novos agentes vão passar a colocar em prática os conhecimentos técnico-profissionais que foram repassados durante a capacitação, assumindo o compromisso de defender a sociedade pernambucana. “Vocês irão exercer suas funções no combate à criminalidade, contribuindo com os demais órgãos de segurança pública, para a diminuição dos indicadores criminais que vem demonstrando quedas significativas a exemplo dos CVLI que, em 2019, teve redução de 17% no comparativo com o ano de 2018, bem como os Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) demonstrou queda de 21%, no comparativo com o ano de 2018, correspondendo a 25 meses de redução dos homicídios e 28 meses de redução nos roubos”, falou, acrescentando que “ ainda há muito que fazer e estamos trabalhando com firmeza e inteligência para que a sociedade se sinta segura. Nosso trabalho não para e jamais descansaremos enquanto não reduzirmos os índices, ainda mais, pois nosso dever primordial é salvar vidas”.


O presidente da Alepe lembrou em seu pronunciamento que, há 34 anos, estava no mesmo lugar que os formandos, quando tinha 21 anos e entrou para a PCPE como agente. Ele orientou os novos policiais a pensar no futuro, ajudando a contribuir com uma maior redução dos índices.


O governador Paulo Câmara lembrou que o Pacto pela Vida foi instituído em 2007 com muitos desafios, pois o combate à violência tem muitos componentes, envolvendo várias áreas que se somam ao trabalho policial. “Realizamos a maior contratação da história para as policiais Civil, Militar e Científica. Com esse reforço de hoje, as delegacias contarão com equipes mais estruturadas e a população com mais eficiência. Em menos de um mês, são quase mil novos homens e mulheres ingressando na segurança pública do Estado. No final do mês passado, foram formados mais 500 novos policiais militares. Vamos seguir na construção de um caminho com mais paz para os pernambucanos”, falou.


O evento da formatura dos novos agentes da PCPE contou com a presença da superintendente da Polícia Federal em Pernambuco, Carla Patrícia Cunha Barros Cintra; do secretário executivo de Defesa Social, Humberto Freire; do secretário executivo de Gestão Integrada da SDS, Flávio Duncan; Sub Chefe da Polícia Civil, Nehemias Falcão; do Corregedor Geral da SDS em exercício, Grahan Stefan Campelo; do desembargador do TJPE, Fausto Freitas, representante da Câmara de Articulação do TJPE e MPPE no PPV; da gerente geral da Polícia Científica, Sandra Santos; do Comandante da Polícia Militar, Coronel Vanildo Maranhão; do Sub comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Ramalho; do diretor da Academia da Polícia Civil (Acadepol), Salustiano Albuquerque; do representante da Defensoria Pública Geral, Michel Nakamura, e da deputada federal Lucicleide Andrade de Santana e da deputada estadual Gleide Ângelo.